Home / Cabelo / Aplique de Cabelo- Natural ou Sintético?

Aplique de Cabelo- Natural ou Sintético?

Fala minhas lindas,

Já reparou como determinada atriz, cantora ou celebridade simplesmente aparece com um baita cabelão da noite para o dia? Ué… Ela não estava usando as madeixas mais curtinhas até semana passada? A resposta mágica você provavelmente já conhece: alongamento dos fios.

Alongar os fios parece uma coisa simples e autoexplicativa: deixar o cabelo mais longo. Mas para ficar com o cabelo comprido em poucas horas, é preciso prestar atenção nos tipos de alongamentos que existem. Sim! Nem todo processo é exatamente igual e o resultado também varia bastante.

Nesse post você confere essas diferenças básicas para escolher o melhor processo na hora de ficar com aquele cabelão de sereia!

1. Alongamento com cola de queratina (megahair)

alongamento-com-queratina

Um dos mais “famosos” tipos de alongamento no Brasil, queridinho de muita gente, cola as extensões de cabelo utilizando queratina.
Fácil e popular, a única “desvantagem” é que você tem que tomar bastante cuidado na hora de manter. E isso pode ser chato se você não costuma ir ao salão com frequência.
O condicionador deve ser usado apenas no comprimento e na ponta dos cabelos e você deve evitar produtos “pesados” com fórmulas que podem agredir e diminuir a vida útil da extensão.

A aplicação é feita em pequenas mechas de cabelo natural (não pode ser feita com fios artificiais). A mecha pode ser colada com cola ou com um polímero de queratina.

Atenção ao escovar, não pode ser usado o secador em cima da emenda de queratina
Tempo de aplicação: de 2 a 6 horas em média (mas isso depende da quantidade de cabelo que você tem).
Durabilidade: a média é de 3 meses.
Manutenção: Após três meses o megahair tem que ser retirado e colocado mais perto da raiz.
Indicação: Cabelos lisos e ondulados
Retirada: Removedor de queratina
Pontos negativos: A retirada é agressiva e danifica muito o seu cabelo natural e não pode usar chapinha na região da emenda, pois pode derreter.

 

2. Sewn-In / Interlace / Tela Fixa / Entrelaçamento

entrelacamentoentrelacamento2

 

Aqui temos as famosas trancinhas de raiz, só que com telas. Esse tipo de alongamento é ideal para cabelo cacheado ou crespo, ou seja: fios espessos e também para quem têm cabelos curtos. O nome “sewn-in” lembra “costura” e é mais ou menos assim que funciona mesmo, com as mechas da extensão presas ao cabelo natural com nós, entrelaçadas.
Requer bastante cuidado também e visitas ao salão a cada 2 semanas para se certificar que os nós continuam OK e que as extensões estão seguras, conforme o cabelo cresce. Se precisar, o alongamento vai ser “reposicionado”.

Tempo de Aplicação: em média uma hora e meia.
Durabilidade: varia de acordo com a qualidade do trabalho feito, por isso escolha um profissional especialista no assunto, depois disso você leva em conta o crescimento do seu cabelo.
Manutenção: A cada duas semanas você deve ir ao salão retirar o alongamento e hidratar. O valor geralmente é o mesmo da primeira aplicação sem as telas.
Indicação: Cabelos cacheados ou crespos, cabelos curtos ou pessoas que desejam fazer alongamento na franja.
Retirada: As tranças são desfeitas e as costuras cortadas.
Pontos negativos: Como as tranças ficam úmidas é importante ir frequentemente ao salão.

 

3. Nó Italiano

no-italiano

Nesse tipo de alongamento, as mechinhas são colocadas aos poucos com látex que é um elástico mais resistente. Essa técnica dá mais volume na área em que foi aplicada a extensão e também é uma boa técnica para cabelos crespos.
Logicamente, tem que ter muito cuidado com a hora de pentear os fios, evitando o couro cabeludo para não tirar os nós por acidente. A durabilidade: Vai de acordo com o crescimento do seu cabelo e cuidado e a qualidade da aplicação.
Um ponto negativo é que esse método causar quebra dos cabelos e pode ser responsável por bastante frizz.

 

4. Alongamento Adesivado

alongamento-adesivado1  alongamento-adesivado-2  alongamento-adesivado-3

Os fios são presos por lâminas adesivas deixando um aspecto mais natural. O melhor é que é uma ótima opção para quem ainda está na dúvida sobre alongamento, pois fica sutil.

Uma das maiores vantagens é que a aplicação é bem rápida, cerca de 30 minutos você sai do salão com o visual renovado.

 

5. Náilon

alongamento-com-nailon

Esse alongamento é feito de fios naturais que são costurados com fios de náilon que é ajustado ao formato da cabeça da cliente. Essa técnica promete não estragar os fios.
A manutenção é super fácil, deve ser feita com água fria, shampoo e condicionador próprio para o seu tipo de cabelo, também pode ser aplicada em casa em alguns minutos.

 

6. Microlink

alongamento-microlink

Essa técnica não utiliza química ou cola. O cabelo artificial é preso ao natural por anéis metálicos, essa técnica é menos agressiva, a aplicação e a retirada são muito mais fáceis.
Você pode fazer a manutenção de quatro em quatro meses, mas a notícia ruim é que fios extremamente lisos não seguram os anéis.

 

7. Alongamento em casa é possível sim: com presilhas (Tic-Tac)

alongamente-tic-tac

Esse tipo de alongamento é mais útil se você quiser mudar o visual em momentos muito especiais, como: casamentos, comemorações ou quando você estiver a fim de adotar um estilo diferente. Essa extensão você encontra em lojas especializadas em cabelos e alongamentos, a vantagem é que não leva mais que alguns minutinhos para você estar com as madeixas longas.
Massss como qualquer outro alongamento tem que ter um cuidado e nesse caso é sempre bom verificar o estado do Tic-Tac e ver ser está bem ajustado entres os fios para não aparecer.
Na hora de aplicar o ideal é ficar o mais rente possível da raiz. O Tic-Tac é ótimo para fazer um penteado no qual você deseje mais volume ou comprimento e vale ser ousada também escolhendo cores diferentes para ficar moderna.

 

Cuidando do Alongamento

Quando você decide alongar as madeixas também tem que lembrar que a manutenção é primordial, pois nada pior que aquele cabelo que só tem volume no comprimento porque a raiz cresceu um palmo  e você não se preparou financeiramente para fazer a manutenção, então além de ir ao salão tem cuidados.

 

  • Lavagem

O alongamento pode gerar mais oleosidade do que o normal por isso é importante comprar um bom shampoo especifico para lavagem de alongamento. Assim você evita escamações e coceiras. É bom sempre observar os fios depois do uso de algum produto e trocar se necessário.

 

  • Hidratando o alongamento

Quando você faz alguma mudança química ou fisicamente nos fios precisa hidratar mais do que o normal, recomendo hidratar semanalmente no mínimo, mas quanto mais hidratação mais comportado, mais brilhoso e sedoso fica. Invista em produtos bons e você também pode intensificar com produtos caseiros, só se certifique que vai enxaguar muito bem.
Atenção: não é necessário passar hidratação na raiz do cabelo, as partes mais ressecadas de qualquer cabelo é sempre pontas e as vezes o comprimento, a raiz é mais hidratada por ser oleosa.

 

  • Altas Temperaturas

O maior alerta é com secadores e pranchas, alongamentos como a de queratina pode derreter, o ideal é secar e/ou alisar os fios uns dedos abaixo da raiz. Também tome cuidado com aparelhos que atinjam de 200° pra cima. Se você usa esses aparelhos com frequência é imprescindível mais hidratação.

 

Gostou do post? Então conta pra gente qual você tem ou colocaria, e se você tem algo pra compartilhar fique a vontade para deixar nos comentários.

Sobre Bruna Batista

Meu nome é Bruna, Criei o blog para compartilhar meus conhecimentos sobre maquiagem e cabelo. Esse é meu trabalho do coração, meu pupilo, faço com carinho e espero ajudar e também espero aprender muito com as minhas leitoras. Grande beijo!!!

Olha isso!

Como eu finalizo meu cabelo cacheado.

Oi meus amores! Tudo bem? Há uns meses eu estava desesperada porque meu cabelo não …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *