Home / Cabelo / 5 Dicas para Passar a transição Capilar

5 Dicas para Passar a transição Capilar

Oi minha linda,
A fase de transição capilar não é fácil né?! Eu sei porque passei por isso, toda vez que olhava no espelho e via a diferença do meu cabelo ficava bem chateada.

Eu sempre assumi meu cabelo, não me importava muito, sei lá por que! Acho que é porque meu cabelo não é muito crespo nem liso. As únicas químicas que eu já passei na minha vida foi descolorante e tinta.

Como eu fui entra na transição capilar?

Eu estava fazendo curso de cabeleireiro quando entramos no módulo de “brushing” (escova). Lá eles só não faziam progressiva, mas muitas clientes iam porque pra fazer alguns serviços era mais barato do que nos salões.
Uma aluna escovava o cabelo da outra, era escova modelada ou lisinha.

Minha amiga começou com a escova lisa no meu cabelo, sem prancha, só a escova, mas daí resolvemos virar as pontas. Na época eu tinha um chanel de bico (bem bicudo), assim que ela passou a prancha ficou sensacional, mas no dia seguinte eu vi que um lado estava mais liso que o outro. Tinha certeza que tinha resto de alguma química na escova ou na prancha.

Fiquei um pouco chateada, mas eu decidi que não ia ter dor de cabeça por causa disso, era só um cabelo e depois ia crescer! Eu pensava assim porque estava numa fase meio rebelde descolada, então, no dia seguinte na aula eu pedi pra professora cortar o lado mais liso.

Em vários momentos me sentia chateada! Tentava não deixar os outros perceberem, mas sinceramente não gostava do jeito que estava, o que eu podia fazer?! Não ia cortar tudo!

Daí então surgiu meu chanel de bico que era um lado (direito) maior do que o outro (esquerdo)! rsrs… Foi incrível! Me achei super moderna e recebia elogios com frequência. Mas entenda, era a fase que eu estava passando, hoje eu me sinto insegura quando vou cortar o cabelo.

 

Com o passar do tempo eu fui mudando bastante, pois queria tirar aquelas pontas lisas, mas queria passar essa transição capilar de uma forma que me trouxesse no futuro lembranças legais e que eu me orgulhasse.

O lado mais curto ainda tinha pontas lisas, então, resolvi fazer uma coisa que eu já tinha vontade fazia uns dois anos. Raspar uma lateral!

 

Estava no começo do meu namoro, meu namorado me elogiou, mas lógico que ele no fundo tinha odiado aquele corte! E eu sabia disso! rsrs. Esperei crescer um pouco depois tirei aquela ponta enorme e deixei só em cima mais longo.

Lembro que tinha citado a atriz “Halle Berry”, queria um corte que ela tinha, um curtinho que eu achava moderno. Eu tinha noção que meu cabelo era cacheado e sabia como ia ficar!

 

Daí cresceu mais um pouco e eu mesma igualei tudo deixando redondinho e curtinho! Sinceramente me achava linda com o cabelo curto e as vezes me sentia com cara de “bolacha”! kkkkk… Nossa!

Me sentia naquele comercial da bolacha Traquinas, mas eu sabia que tinham algumas coisas que poderiam ajudar minha auto estima, tanto nessa fase quanto em qualquer outra relacionada a beleza.

 

Eu sei que a transição capilar não é fácil , eu só não quis ficar deprimida por isso. Eu decidi que seria divertido e sabia que ia passar, uma hora passa!

Eu pensava: tem tanta gente doente, perdendo pessoas tragicamente, só porque meu cabelo deu uma alisada eu vou ficar deprimida com isso? Não estou falando que não mexe com as mulheres, mas eu sabia que estava com saúde.

Nesse momento eu acho importante mudar nossa mentalidade, nossos pensamentos pra poder se fortalecer para superar. Como eu disse, hoje eu me sinto desconfortável e desconfiada quando vou cortar meu cabelo.

Quero ajudar o máximo de pessoas que estão passando por isso, e essas dicas eu coloquei na prática e também convenci minhas clientes a aplicarem. Depois de colocarem em prática elas ficaram mais tranquilas e sempre conversávamos em como melhorar aquela situação em que se encontravam.

As dicas são:

  1. Sempre hidrate o cabelo;
  2. Se o cabelo é cacheado sempre use o creme de pentear para diminuir a diferença;
  3. Procure cortar um pouquinho para tirar as pontas quebradas e a química também (não precisa ser muito);
  4. Deixe o cabelo mais solto do que preso e
  5. Use acessórios e se maquiei.

 

Minha especialidade é corte, então, sempre pesquisava cortes modernos e que se encaixavam para cada uma. Elas passavam pela transição em poucos meses, mas porque cuidavam e como confiavam em alguém, sempre cortavam.

Mas a vida é feita de mudanças! as vezes queremos uma cor diferente, as vezes queremos alisar, alongar, cortar! É assim mesmo, só não se arrependa porque era aquilo que você achava que ia te deixar bem, bonita, feliz! E eu tenho certeza que você foi, até resolver mudar novamente e mudanças não são fáceis. Aceita isso e vai pra cima!

 

 

Espero que você tenha gostado desse artigo e do vídeo!
Compartilha aqui com a gente sua experiência, eu vou adorar ler!

Beijuuuuu e muita força nessa peruca! rsrs

Sobre Bruna Batista

Meu nome é Bruna, Criei o blog para compartilhar meus conhecimentos sobre maquiagem e cabelo. Esse é meu trabalho do coração, meu pupilo, faço com carinho e espero ajudar e também espero aprender muito com as minhas leitoras. Grande beijo!!!

Olha isso!

Como eu finalizo meu cabelo cacheado.

Oi meus amores! Tudo bem? Há uns meses eu estava desesperada porque meu cabelo não …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *